Catoleense morre afogado em açude na zona rural de Riacho dos Cavalos, neste domingo (24)

O agente de combate a endemias Carlos EDUARDO de Sousa, 37 anos, morreu neste domingo (24 de novembro), vítima de afogamento, em um açude na zona rural do município de Riacho dos Cavalos, Sertão da Paraíba.

 

A vítima estava pescando no açude, no sítio Barreiro, que fica na zona rural sul de Riacho dos Cavalos, já na fronteira com o município de Mato Grosso, local onde teria passado mal vindo a se afogar.

 

Carlos Eduardo residia na Rua Diomedes Lobo, no Loteamento São Paulo, zona oeste da cidade, e trabalhava há muito na função de Agente de Combate a Endemias, aqui mesmo em Catolé do Rocha (PB). Ele era solteiro e deixa uma filha.

 

O Corpo de Bombeiros de Catolé do Rocha foi acionado, realizou buscas e encontrou o corpo de Eduardo, que foi retirado da água e encaminhado para o GEMOL de Patos (PB).

 

Ainda segundo informações do Corpo de Bombeiros, e conforme já antecipado na reportagem, como também, pelas características do afogamento, a vítima pode ter passado mal, o que teria provocado o afogamento.

 

Nas redes sociais o SINDSAERC (Sindicato dos ACS e ACE de Catolé do Rocha e Região emitiu nota de pesar pelo fatídico falecimento do colega Carlos Eduardo Sousa.

 

CATOLÉ NEWS

-

Política

João Azevêdo anuncia carência no pagamento de débitos tributários, linhas de crédito e suspensão do pagamento de água

Policial

Polícia Militar desarticula esquema do tráfico que atuava na cidade de Jacaraú
© 2020. Catolé News. Todos os direitos reservados