Dr. Gilmar de Doca entra com um recurso no TCI-MP pedindo anulação do jogo e realização de outra partida

O LÍNGUA DE FORA entregou na última quarta-feira (05 de dezembro) ao TCI-MP (Tribunal das Causas Impossíveis do Médio Piranhas, com sede na cidade de Riacho dos Cavalos (PB), um pedido de impugnação do Jogo das Estrelas – Nona Edição, vencido pelo FALTA DE AR no último domingo (02). Quarta (05) era a data limite para fazer tal solicitação. O relator do caso é o Conselheiro Pai João Dantas do Cantuá.

O treinador do Língua de Fora, Dr. Gilmar de Doca entrou com um recurso a corte máxima do futebol da região polarizada por Catolé do Rocha (Médio-Piranhas), alegando que houve irregularidades no resultado final do jogo, pois o gol que deu a vitória ao Falta de Ar foi assinalado pelo atleta ‘SÉRGIO DOS BONÉS’ que já havia sido expulso no decorrer do segundo tempo, e mesmo assim teria voltado a campo, sem a autorização de Francisco Amâncio de Assis ‘O PC’ árbitro que mediou a partida, considerando-se assim numa infração grave, e motivo de sobras para o citado jogo ser anulado.

“É inadmissível que um jogador tenha sido expulso e volta a campo no mesmo jogo, sem a permissão do árbitro, e inclusive marque o gol, tento esse que deu a vitória a sua equipe, configurando assim numa irregularidade grave, ferindo o que prescreve o Artigo 3º da Regra 12 – Falta e Incorreções, que trata das Infrações puníveis com expulsão, QUANDO DIZ: Um jogador, um substituto ou um jogador substituído expulso deve deixar os arredores do campo e a área técnica, disse Gilmar de Doca.

No recurso que foi ingressado ao TCI-MP de Riacho dos Cavalos (PB), Dr. Gilmar pede anulação imediata do jogo do último domingo, e a realização de uma nova partida.

Esse pedido vai a julgamento no Pleno do Tribunal, que irá julgar se dá prosseguimento ao pedido ou se o nega o recurso. O julgamento não tem data marcada ainda. O advogado do Língua de Fora é o Dr. Fredesbundo Wenceslau Furucuteu.

 

Falta de Ar vai recorrer

 

 

Na noite da última quarta-feira (05) ao tomar conhecimento do recurso impetrado junto ao TCI-MP, pela equipe do Língua de Fora, o representante da equipe do Falta de Ar, Pedrinho de Pinto, que também é treinador do time, anunciou que aguardará com muita cautela a decisão do TCI-MP e em caso de uma decisão desfavorável a sua equipe, vai entrar imediatamente com um recurso junto ao Tribunal competente, pedindo a anulação da sentença.

 

“Respeito à iniciativa do colega Dr. Gilmar de Doca, isso é uma atribuição que compete a ele, mas estou encarando essa tentativa de anular o jogo com naturalidade, apesar de que vejo nesse recurso nada mais de que choro de perdedor", disse Pepê.

Pedrinho Pintote, como é carinhosamente chamado pelos colegas da equipe, disse ainda que não está nem um pouco preocupado com essas churumelas dos adversários, pois notadamente esse é um apelo barato, um motivo invocado como subterfúgio ou desculpas esfarrapadas de quem perdeu o jogo e não se conformou com a derrota.

Ainda em tempo, Pedro de Pinto confirmou que vai consultar o Diretor de Futebol do Falta de Ar, Dr. Eduardo Elias ‘O CANHOTINHA DE OURO’ para já ir se precavendo com um bom advogado, pois em caso de revés no resultado do TCI-PM, sua agremiação entrará imediatamente com um recurso para derrubar a decisão.

Esse muído ainda vai render muito pano para as mangas, e o julgamento que ainda não tem data marcada, poderá trazer uma sentença imprevisível.

CATOLÉ NEWS

-

Catolé e Região

Língua de Fora e Falta de Ar voltam a campo no último domingo do ano para o Jogo do Tira-teima

Política

Desembargador concede liminar e garante Berg Lima na Prefeitura de Bayeux
© 2018. Catolé News. Todos os direitos reservados