Papelaria de Branco é assaltada em plena luz do dia em Catolé do Rocha

Um assalto inusitado foi registrado por volta do meio dia desta quinta-feira (26), no centro de Catolé do Rocha, quando um meliante de arma em punho, rendeu o casal, José Wellington e Maria Emilia, proprietários da Papelaria Central, estabelecimento comercial localizado à Avenida Venâncio Neiva, no antigo prédio onde funcionou o Cine São Francisco, na Praça Sérgio Maia.

Segundo informações das vítimas, um homem de boa aparência, de estatura média, cor morena, aparentando ter aproximadamente 25 anos de idade, e de porte físico avantajado, portando um revólver calibre 38, rendeu o casal, e mandou que eles permanecessem juntos e não reagissem. Quando tomou em assalto, uma pulseira grossa e outra fina, 01 cordão grosso com 02 pingentes, 01 crucifixo, uma medalha sagrada de Nossa Senhora Aparecida e uma aliança tripla, sendo todos estes objetos em ouro 18 quilate, avaliados em R$ 30 mil.

Ainda segundo depoimento da vítima, o acusado entrou na Loja por duas vezes. Na primeira investida, usando um capacete preto, ele perguntou o preço de algumas mercadorias e na segunda entrada, usando um capacete vermelho, ele já anunciou o assalto.

O acusado estava trajando uma calça jeans, camisa laranja e calçando botinas pretas, e depois do sinistro se evadiu pela rua lateral da papelaria.

A Polícia Militar foi acionada, quando a guarnição comandada pelo Sargento Guedes empreendeu diligências mas não obteve êxito.
 
 
 
A Papelaria de Branco funciona no prédio do antigo Cine São Francisco
 

Da Redação do Catolé News -

Política

Jair Bolsonaro suspende indicação de Eduardo para embaixada dos EUA

Política

STF encerra 1º dia de julgamento sobre prisão em segunda instância
© 2019. Catolé News. Todos os direitos reservados