Em Brejo do Cruz, jovem médico Dr. Tales ameaça hegemonia do atual prefeito Francisco Dutra (Barão)

Desde 2004, os moradores da cidade de Brejo do Cruz, cidade com cerca de 14 mil habitantes, no Sertão da Paraíba, não sabem o que é alternância de poder. Liderado pelo atual prefeito, Francisco Dutra Sobrinho, conhecido como Barão, o grupo político que ocupa o Executivo Municipal domina com mão de ferro o eleitorado. Agora, após 16 anos, esse “império” está prestes a ruir pelo surgimento da candidatura do cardiologista Tales Torricelli.

O perfil do médico, chamado pelos conterrâneos de Doutor Tales, é exatamente o oposto do de Barão. Enquanto o atual prefeito responde a diversos processos, inclusive na esfera penal, e está na lista de inelegíveis do Tribunal de Contas da União (TCU), o jovem de 32 anos é um estreante na política.

QUADRO PROBLEMÁTICO

Com contas rejeitadas e problemas com a Justiça, Barão corre o risco de ter a sua candidatura impugnada – observadores locais acreditam que, isso acontecendo, a cabeça de chapa será ocupada pela ex-prefeita Ana Dutra, que governou o município entre 2013 e 2016, justamente como sucessora de Barão, que está em seu terceiro mandato (2005-2008, 2009-2012 e 2017-2020).

Malgrado as pendências de Barão com as autoridades e órgãos de controle, Doutor Tales é reverenciado por onde anda, em especial por jovens e idosos. Tímido e reservado, o jovem médico se transforma em um arrojado prestador de serviços à comunidade quando o assunto é saúde.

QUEM É DR.TALES – Desde os tempos de faculdade, Tales promove atendimentos gratuitos à população de Brejo do Cruz, uma das cidades mais pobres da Paraíba, com indicadores sociais sofríveis – a taxa de pessoal empregado equivale a apenas cerca de 7% da população, quase 35% dos domicílios não são atendidos por rede de esgotamento sanitário e somente 1% das vias públicas são urbanizadas, segundo dados do Ibge.

Nos últimos anos, Brejo do Cruz, um dos municípios mais antigos da região, perdeu terreno para os vizinhos. A atividade do fabrico de redes, tradicional na cidade, definha, enquanto outros concorrentes próximos crescem a cada ano, atraindo escolas técnicas e instituições de ensino superior. Resultado: ou o jovem sai de Brejo do Cruz ou está condenado a viver em subempregos ou depender do assistencialismo oficial.

O QUE PENSA – O médico tem ideias ousadas para a cidade, em especial nas áreas de educação, esporte, lazer e economia, sem falar da saúde, claro. No plano de governo registrado no Tribunal Regional Eleitoral, constam propostas como a criação de um complexo para incentivar a formação de atletas olímpicos, a implantação de coletiva seletiva e usina de compostagem e fechamento do lixão para dar lugar a um aterro sanitário, a implementação de disciplinas como robótica e informática na rede municipal de ensino e o estímulo aos redeiros com a atração de organismos como o Sebrae de modo a dar à tradicional atividade o impulso de que precisa.

O avanço de Tales, em especial nas redes sociais e no contato com o povo, está incomodando Barão. São vários os casos de ataques a eleitores que declararam voto no jovem opositor. Áudios de WhatsApp circulam na cidade com xingamentos e ameaças contra pessoas pró-Tales.

Não é demais afirmar que Brejo do Cruz está diante da mais importante eleição das últimas décadas. A população vai escolher entre dois projetos antagônicos: o futuro planejado e pensado no coletivo ou a manutenção de um passado oligárquico e de práticas controversas. No dia 15 de novembro, as urnas eletrônicas darão a resposta.

Edital Prefeitura de Brejo do Cruz PB: inscrições reabertas

WSCOM

-

Catolé e Região

Catolé do Rocha registra 05 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas; Total de infectados vai a 688

CNEWS TV

Comerciante é baleado durante tentativa de assalto na noite desta terça-feira (20) na capital
© 2020. Catolé News. Todos os direitos reservados