Acusado de matar mulher na Sexta-feira Santa em Sousa (PB), se entregou a polícia

Autor de crime de morte contra a jovem Fabiana Ferreira da Silva, de 30 anos de idade, o jovem Artur Garrido da Silva, de 33 anos, se apresentou na Delegacia de Polícia Civil de Sousa, Sertãao daa Paraíba, na tarde desta segunda-feira (13). O crime aconteceu no dia 19 de abril deste ano, uma Sexta-feira Santa.

Três dias depois, um mandado de prisão foi expedido pela justiça, a pedido do delegado Francisco Abrantes Moreira. Artur Garrido era considerado foragido até se entregar de forma espontânea.

Fabiana Ferreira foi morta com um tiro de revólver na cabeça, após uma bebedeira no Sítio Floresta, zona rural de Sousa. Após o crime, o acusado evadiu-se do local.

No começo deste mês, a Polícia Civil chegou a pedir ajuda da população para localizar o suspeito.

Tese de acidente

Acompanhado do advogado Ozael Fernandes, Artur disse em depoimento na delegacia que estava bebendo com a mulher, sendo que em dado momento, teria ele, com a arma na cintura, se dirigido até a moto para ir embora, mas Fabiana o perseguiu e tentou impedi-lo.

Artur também afirmou que a mulher puxou a arma da sua cintura. Em seguida, ele pegou o revólver e teria sido nesse instante que houve o disparo por acidente.

Após o depoimento, o suspeito foi encaminhado à Colônia Penal de Sousa, onde responderá pelo crime.

Blog do Levi

-

Brasil

Chacina deixa 6 mortos na região metropolitana de Salvador

Brasil

Mega-Sena acumula e deverá pagar R$ 12 milhões no próximo sorteio
© 2019. Catolé News. Todos os direitos reservados