Homem tenta estuprar jovem de 13 anos próximo a Santana de Mangueira no Vale do Piancó

O motorista acusado de furar o sinal vermelho e colidir com uma moto, matando os dois ocupantes do veículo menor, neste domingo (14), estava alcoolizado, não tinha habilitação, estava com o documento do carro vencido e era procurado pela Justiça.

O acidente aconteceu na avenida Maximiano de Figueiredo, no Centro, em João Pessoa, uma das vítimas morreu no local e a outra foi levada em estado gravíssimo para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital. Uma outra vítima, que estava no carro, também foi socorrido pelo Samu para o hospital e o estado de saúde na manhã desta segunda-feira (15) era regular.

De acordo com a Polícia Militar, o homem estava com a licença para dirigir vencida desde 2007, e o teste de alcoolemia deu positivo, além de ter uma caixa de cerveja no veículo.

O carro vinha com quatro pessoas, entre elas uma criança. No entanto, ninguém ficou gravemente ferido. A frente do carro ficou destruída com o impacto da moto. Além disso, teve vazamento de combustível. O Corpo de Bombeiros foi chamado e, por segurança, desligou a bateria do veículos para não haver risco de explosão. O trânsito no local seguia lento até as 16h30, com a perícia criminal do Instituto de Polícia Científica.

A Polícia Militar vai pedir as imagens das câmeras de segurança que ficam perto do local do acidente. Um agente da Semob-JP informou, ainda, que o motorista do carro tem 36 anos e não tem habilitação. Além disso, a documentação do veículo estava atrasada desde 2007. O motorista foi levado para a Central de Polícia Civil, em João Pessoa, onde fez o teste do bafômetro e deu positivo.

-

Giro de Notícias

Ônibus da banda Edson Lima e Gatinha Manhosa se envolve em acidente no Piauí

Esportes

Atacando do Vasco, Maxi López não encara o Corinthians
© 2018. Catolé News. Todos os direitos reservados