Jovem patoense pode ter sido morto em Guarabira por não está com dinheiro

O patoense Pedro Morais Medeiros Neto, de 37 anos, morto na região de Guarabira (PB), provavelmente na noite deste sábado (08 de junho), pode ter perdido a vida por não está mais com o dinheiro da venda de gado que efetuou naquela região.

Essa possibilidade surgiu após a perícia ter encontrado indícios de tortura no corpo, que pode ter sido praticada pelos bandidos antes do assassinato, com a finalidade que a vítima dissesse onde estaria o dinheiro.

Conforme informações chegadas a redação do Patosonline.com, a quantia da venda do gado não foi encontrada com a vítima, levando a crê que o patoense efetuou o depósito da referida quantia antes de ser morto.

Ele saiu de Patos para vender um gado naquela região, e a família recebeu a triste notícia do assassinato. A vítima morava no Luar de Angelita, região da Zona Norte da cidade. Pedro Neto era casado, pai de dois filhos.

Patos Online

-

CNEWS TV

Jovem é morto e mulher fica ferida com bala perdida na noite desta terça-feira

Brasil

STF homologa acordo de R$ 1 bi para Amazônia e R$ 1,6 bi para educação
© 2019. Catolé News. Todos os direitos reservados