Uruguai sofre e tem VAR a favor para empatar com o Japão em Porto Alegre

A zebra passeou pela cidade de Porto Alegre na noite desta quinta-feira. Em um jogo bastante movimentado, o Uruguai saiu atrás no marcador duas vezes e ficou somente no empate em 2 a 2 com o Japão, em partida disputada na Arena do Grêmio e válida pela segunda rodada do Grupo C da Copa América.

A produção ofensiva foi o grande destaque do jogo. No total, foram 39 finalizações e com 18 chances reais de gol. Além dos craques consagrados uruguaios e das jovens promessas japonesas, o VAR também foi personagem de destaque no confronto ao marcar penalidade a favor do Uruguai no primeiro tempo – Suárez marcou – e ignorar possível penalidade para o Japão no começo da segunda etapa.

Comemoração da seleção japonesa

VAR em ação

O Japão estava em vantagem no marcador quando o árbitro Andrés Rojas foi chamado para rever uma disputa entre Cavani e Ueda na área japonesa. O atacante do Uruguai caiu após o defensor do Japão tentar bloquear a finalização. O responsável pelo árbitro de vídeo foi o colombiano Nicolas Gallo, com auxílio dos argentinos Nestor Pitana e Hernán Maidana. Após a confirmação da penalidade, Suárez empatou para os uruguaios aos 31 do primeiro tempo. Para Sálvio Spinola, comentarista do Grupo Globo, a falta não deveria ter sido marcada.

Próximos jogos

Na última rodada do Grupo C, o Uruguai vai até o Rio de Janeiro para enfrentar o Chile, no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), às 20h da próxima segunda-feira. No mesmo dia e horário, Japão enfrenta o Equador no Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Giménez, zagueiro do Uruguai, comemora o gol de empate contra o Japão

Globo Esporte

-

Política

Bolsonaro diz que há ‘psicose ambiental’ no Brasil, e sinaliza que vai esconder dados sobre desmatamento

Política

VAZOU! Bolsonaro critica João Azevêdo e condena liberação de recursos à PB: “Tem que ter nada para esse cara”
© 2019. Catolé News. Todos os direitos reservados