Grêmio empata com o Bahia e decide a vaga na Arena Fonte Nova na próxima quarta-feira

Depois de um mês de interrupção no calendário do futebol brasileiro, decorrente da realização da Copa América, o Grêmio enfim voltou aos confrontos oficiais nesta noite de quarta-feira, 10. Na Arena, às 19h15, enfrentou o Bahia no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. O Tricolor largou na frente, com um gol de Everton Cebolinha, marcado de pênalti aos 47 minutos da etapa incial. Mas o Bahia reagiu e aos 3' do segundo tempo, empatou com Gilberto.

O Tricolor buscou ter a posse de bola no primeiro tempo, pressionando e chegando ao campo de ataque. Já o time de Salvador iniciou a partida totalmente recuado, tentando criar chances em jogadas de contra-ataque. Logo com 6 minutos, o Grêmio ameaçou com uma troca de passes rápida em frente a grande área - a bola sobrou para Jean Pyerre que finalizou, mas carimbou a marcação. Já aos 13 minutos, os baianos tentaram com um contra-ataque, com Eric Ramires, mas Leonardo interceptou o passe que chegava a Artur.

Passados 20 minutos, Everton fez uma boa jogada individual e quase invadindo a área, sofreu uma falta forte na esquerda, próximo a linha de fundo. A bola foi colocada na área, mas mais uma vez a zaga adversária afastou. Em seguida, uma outra chance gremista nasceu de um lance rápido do Cebolinha, que passou por dois marcadores a dribles e deu um passe - a chegou a Matheus Henrique, que finalizou, mas após o desvio na zaga, chegou fraca para a defesa de Douglas.

Apostando em lances rápidos, aos 29', o Bahia desenhou um novo contra-ataque - Arthur fez uma inversão de jogo para Élber, que rolou para Ramires. O meia chutou de primeira, mas mandou à direita de Paulo Victor, sem perigo.

Até então, as melhores oportunidades gremistas na etapa inicial surgiram após os 30 minutos. Primeiro, com Everton, que recebeu o passe dentro da meia lua da grande área, girou o corpo e finalizou, mas com o desvio na defesa, a bola saiu à esquerda do arqueiro baiano. Em seguida, os gremistas chegaram com um cruzamento no primeiro poste, que passou por André e caiu para Jean Pyerre - o meia mandou na trave, por detalhe não marcou - a sobra ainda chegou a André, que dividiu com a zaga e no final, a bola se perdeu pela linha de fundo.

Mais uma grande defesa de Douglas salvou o Bahia aos 37'. Maicon tentou o passe na direita, o jogador do Bahia deu um carrinho, a bola subiu e chegou a André, que à queima roupa com o arqueiro, finalizou, mas a bola ficou com o goleiro.

Na reta final, Everton driblou a marcação e rolou para Jean Pyerre, na esquerda. O volante recebeu e mandou forte a meta, mas o camisa 1 novamente fez a defesa.

Mas aos 45 minutos, Cebolinha recebeu um passe em profundidade de Jean Pyerre, e invadiu em velocidade a área - Douglas saiu e cometeu pênalti sobre o atacante. Na cobrança, o camisa 11, com confiança bateu bem e mandou para o fundo das redes, no canto direito do arqueiro adversário, sem nenhuma chance de defesa, aos 47'.

No segundo tempo, o Bahia conseguiu chegar ao empate logo nos minutos iniciais. Em cobrança de escanteio, a bola chegou a Gilberto, que mandou de cabeça para dentro do gol, aos 3'. O Grêmio buscou reagir e aos 7', Jean Pyerre deu um passe para Everton na esquerda, que tentou um cruzamento, mas bateu fechado, facilitando a defesa de Douglas.

Outra chance tricolor veio em uma cobrança de falta, aos 12 minutos. Jean Pyerre cobrou, mas carimbou a barreira baiana. Na sequência, em escanteio, Alisson colocou na marca penal, Elber desviou de cabeça e sobrou para Jean - o meia finalizou, mas desequilibrado, pegou muito embaixo da bola, mandando longe do gol.

O Bahia teve boas sequências de escanteio, mas o Grêmio conseguiu se fechar e impedir as oportunidades adversárias. Renato procurou mudar a equipe, fazendo suas primeiras alterações. Jean Pyerre e Alisson deram lugar a Luan e Pepê, aos 20'. Em sua primeira participação, Pepê fez uma boa jogada sobre Moisés e cruzou na área, mas a zaga cortou.

Everton teve mais uma chance ao receber passe de Matheus Henrique na esquerda. Avançou em velocidade e mandou a gol, mas a bola saiu a direita de Douglas. Insistindo no ataque, foi a vez de Luan arriscar de longa distância. Chutou bem e por pouco não marcou - a bola passou por sobre a meta defendida por Douglas, com 25'.

Já aos 30', o Grêmio teve uma nova oportunidade em bola parada, com Luan cobrando a falta da intermediária, mas ela passou por sobre o gol. Na sequência, o comandante gremista fez sua última alteração na equipe, trocando André por Felipe Vizeu.

Mas o perigo seguiu rondando o campo de defesa tricolor e os baianos quase viraram o placar com uma jogada de Artur, aos 33', que chutou cruzado. Paulo Victor conseguiu defender e cortar para escanteio.

Com 39', Felipe Vizeu dividiu uma bola com Lucas Fonseca e caiu, teve atendimento e não conseguiu seguir no jogo. Grêmio com dez em campo.

Os minutos finais foram de tensão na Arena. O Bahia levou muito perigo a meta gremista com Artur, que passou pela marcação, ficou cara a cara com Paulo Victor, mas chutou para fora, por sorte.

O jogo terminou empatado e a decisão do semifinalista ocorre na Arena Fonte Nova, no próximo dia 17, quarta-feira.


Fotos: Lucas Uebel | Grêmio FBPA

-

Política

Bolsonaro diz que há ‘psicose ambiental’ no Brasil, e sinaliza que vai esconder dados sobre desmatamento

Política

VAZOU! Bolsonaro critica João Azevêdo e condena liberação de recursos à PB: “Tem que ter nada para esse cara”
© 2019. Catolé News. Todos os direitos reservados