Athletico vence Santos mais uma vez e avança às semifinais da Copa do Brasil

O Athletico-PR venceu o Santos por 1 a 0 na noite desta terça-feira, na Vila Belmiro, e confirmou vaga nas semifinais da Copa do Brasil – o Furacão já havia vencido o jogo de ida, na Arena da Baixada, pelo mesmo placar. Diante de um rival muito desfalcado e apenas no segundo jogo sob comando de Fábio Carille, o time paranaense, agora com Paulo Autuori, soube se defender bem no primeiro tempo, levar maior perigo no segundo e marcar com Zé Ivaldo, já na reta final, dando pouca chance de reação ao Peixe. Classificado, o Furacão venceu apenas pela segunda vez na Vila Belmiro (a primeira foi há 16 anos, em 2005) e aguarda seu adversário por uma vaga na decisão – provavelmente o Flamengo.

Após a classificação, o Athletico aguarda o vencedor do confronto entre Flamengo e Grêmio para saber quem enfrenta nas semifinais – os times jogam nesta quarta-feira, no Maracanã, e o Rubro-Negro fez 4 a 0 no jogo de ida, em Porto Alegre. As semis são apenas nas semanas de 20 e 27 de outubro.

Eliminado na Copa Sul-Americana e agora fora da Copa do Brasil, o Santos não vence há mais de um mês (oito jogos) e tem só o Brasileirão pela frente e tem uma briga delicada – a dois pontos da zona de rebaixamento, o Peixe tem como missão inicial se livrar dessa zona perigosa mesmo cheio de desfalques. Por outro lado, Marinho voltou a ser titular e deve ser peça importante. Nesta terça, ele foi a principal arma, mas sofreu NOVE faltas das 23 cometidas pelo Athletico.

Próximos Jogos

Os dois times voltam a campo no próximo sábado, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Athletico recebe o Juventude na Arena da Baixada, às 18h45 (de Brasília), enquanto o Santos visita o Ceará na Arena Castelão, às 21h.

GE | Fotos: athletico.com.br

-

Policial

Mulher morre atropelada por caminhonete ao tentar atravessar rodovia na BR-230, na tarde desta quarta

CNEWS TV

João Azevêdo promove 480 policiais militares nesta quinta (28) em evento alusivo ao Dia do Servidor Público
© 2021. Catolé News. Todos os direitos reservados