Cantor Alcimar Monteiro critica Romero e diz que São João de CG virou “festival de horrores”

Excluído do rol de artistas que se apresentarão no São João de Campina Grande em 2017, o cantor Alcymar Monteiro postou hoje (19) em sua página de Facebook um vídeo no qual chama o evento de aberração, festival de horrores e “o maior festival de breganejo” do mundo. 

“O São João está virando uma festa estereotipada, de pessoas que nada têm a ver com a nossa cultura () Campina Grande eu posso dizer que o maior festival de breganejo do mundo e você, que está promovendo isso, devolva o nosso São João”, disse, provavelmente referindo-se ao prefeito da cidade, Romero Rodrigues, que este ano entregou a organização e realização d’O Maior São João do Mundo a uma empresa de Pernambuco. 

 

A empresa foi vencedora de uma licitação aberta pela Prefeitura de Campina para estabelecer uma parceria público-privada que livrasse o município de obrigações e custos que somavam até R$ 8 milhões. Com a mudança, a PMCG estima que economizará pelo menos R$ 5 milhões com os festejos juninos. A ‘sobra’ será investida na construção de um hospital infantil. 

Mas não se limitam ao intérprete pernambucano os protestos contra a contratação de astros da música sertaneja, do chamado forró de plástico e de bandas que exploram o ‘brega’. Músicos como Fabiano Guimarães e o Poeta Francinaldo, de Campina Grande, também gravaram sua revolta em vídeo porque não foram contratados para tocar no Maior São João do Mundo.

 

BLOG DO RUBÃO

-

Brasil

TSE pede que governo mude início do horário de verão de 2018 devido às eleições

Brasil

Governo deve proibir a criação de novos cursos de medicina por cinco anos
© 2017. Catolé News. Todos os direitos reservados