Catolé News

Giro de Notícias

20 de Abril de 2017 Humberto Vital - 48 pessoas já leram.


Debaixo de chuva, Atlético-MG joga mal no Paraguai, perde para o Libertad, e coloca liderança da chave em xeque

O Atlético-MG visitou o Libertad, em Assunção, no Paraguai, e não se deu bem. Em um gramado falho e pesado, devido à forte chuva, o Galo jogou mal e não conseguiu levar os três pontos para Belo Horizonte. Com gol de Ángel Lucena, aos 26 minutos da etapa inicial da partida, os paraguaios fizeram 1 a 0, chegaram ao primeiro triunfo na Libertadores e se mantiveram vivos na competição. Além do resultado negativo e do futebol ruim apresentado, o time de Roger Machado perdeu Fred, lesionado. O camisa 9 sentiu dores na virilha e precisou ser substituído no segundo tempo, por Maicosuel.

 

Angel Lucena fez o gol da vitória do Libertad sobre o Atlético-MG, por 1 a 0, no Paraguai (Foto: Jorge Adorno/Reuters) 

 

Com a derrota, o Atlético-MG, com quatro pontos, se mantém na liderança provisória do Grupo 6. Isso porque o Godoy Cruz-ARG, segundo colocado da chave, enfrenta o Sport Boys-BOL, nesta quinta-feira, e pode ultrapassar o Alvinegro. O próximo compromisso do Galo na competição será diante do mesmo Libertad-PAR, desta vez, no Independência, na próxima quarta-feira. Antes, porém, enfrenta a URT, no domingo, pela semifinal do Estadual. Com o triunfo desta quarta, os paraguaios chegam a mesma pontuação (4) dos mineiros no torneio continental.

 

Gramado pesado, e Galo mal 

 

Apesar de afirmar, às vésperas da partida que não mudaria os jogadores da equipe do Atlético-MG, mas sim, a postura, Roger Machado começou o duelo com o Libertad-PAR com Danilo Barcelos no lugar de Cazares. A ideia era reforçar o setor de marcação do time, uma vez que Danilo, o polivalente do grupo atleticano, faz essa função. Além disso, o jogador poderia fazer uma dobradinha com Robinho, pela esquerda. Porém, tudo isso ficou na teoria. Na prática, vimos um Galo desatento, muito espaçado em campo e com pouca criatividade.

 

O gramado do Estádio Nicolás Leóz, em Assunção, também piorou a situação do Atlético-MG. Acostumado com o toque de bola, o time teve que encarar um campo molhado, pesado e com muitas falhas, devido à forte chuva que atingiu o local do jogo. O confronto foi acirrado no meio de campo. O Galo focava na marcação e se mostrava cauteloso. Aos oito minutos, o único chute a gol do equipe: numa falta, cobrada por Otero. Aos 26, os paraguaios abriram o placar. Medina recebeu pela esquerda, na entrada da grande área e rolou para Ángel Lucena, a bola até foi fraca, mas Giovanni aceitou.

 

Fred sentiu dores na virilha e precisou ser substituído, no segundo tempo (Foto: Andrés Cristaldo/EFE) 

 

Mudança de estratégia e ausência de Fred

 

Na tentativa de mudar o panorama do jogo, Roger Machado colocou Rafael Moura em campo, no lugar de Danilo. Em busca do empate, o Galo modificou o esquema, com dois centroavantes enfiados, entre os zagueiros do Libertad-PAR. No entanto, esse sistema tático durou pouco tempo. A ideia de Roger foi por água abaixo com a saída de Fred, que sentiu dores na virilha e teve que ser substituído. Maicosuel entrou no lugar do camisa 9.

 

O Atlético-MG seguiu com as mesmas dificuldades apresentadas no primeiro tempo. Otero deu lugar a Cazares, mas o equatoriano também não conseguiu dar dinamismo à equipe e, tão pouco, criou articulações na transição do meio de campo para o ataque. Os paraguaios, por outro lado, cresceram na partida e foram quem levaram perigo, aos 8, com Ramírez, que acertou o travessão, e aos 33, em chute de Benítez, após boa jogada de Medina.

 

Globoesporte.com

 



-

Outras Notícias

Giro da Notícia

Catolé News - O portal que dá notícias da nossa gente!
Rua José Bonifácio, 34 1º Andar Bairro do Batalhão - Catolé do Rocha Paraíba
Telefone: (83) 8851.1734 - 9642.0101
E-mail: catolenews@gmail.com