TRE-PB julga ação que pede cassação de Ricardo; advogado acredita em absolvição

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) julga, nesta segunda-feira (17), Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE), que pede a cassação do governador Ricardo Coutinho (PSB) e sua vice, Lígia Feliciano, por supostas irregularidades e uso político da PBPrev nas eleições estaduais de 2014.

De acordo com a denúncia apresentada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), a chapa teria sido beneficiada após a concessão de reajustes de cerca de R$ 7,2 milhões em quatro meses de 2014 a aposentados e pensionistas.

O advogado Fábio Brito, que defende o governador Ricardo Coutinho, disse está convicto na absolvição do seu cliente no TRE-PB, pois os pagamentos dos benefícios pela PBPrev foram legais, sem desvios de finalidades ou com apelo eleitoreiro.

Já o advogado, Harrison Targino,  da coligação “A Vontade do Povo”, que tinha como candidato a governador Cássio Cunha Lima (PSDB), disse que, além da denúncia de abuso de poder econômico, foi constatada também uso de servidores públicos na campanha de 2014 por parte do governador.

 

WSCOM 
 
-

Paraíba

Mais de 2 mil candidatos fazem exame da OAB na Paraíba, neste domingo

Brasil

Feriado em dia útil pode ser transferido para sábado
© 2017. Catolé News. Todos os direitos reservados