Garota é assassinada com um tiro de 12 em Caaporã e polícia diz que autores são integrantes de facção que ela pertencia

A adolescente Camila Silva, 17 anos, foi assassinada com um tiro espingarda calibre 12 na tarde deste domingo (11), na localidade conhecida como matadouro na zona rural da cidade de Caaporã, no Litoral Sul do estado.

De acordo com a Polícia Militar, a vítima estava em casa quando uma pessoa invadiu o imóvel. A mulher ainda tentou correr, mas foi perseguida e assassinada com um tiro. Ela morreu no quintal da casa.

A polícia disse que ela já tinha sofrido uma tentativa de homicídio e tinha passado um tempo fora de Caaporã. A Polícia Militar falou ainda que a menor era envolvida com o tráfico de drogas e também fazia parte de uma facção.

Segundo a PM, os autores do crime são integrantes da facção que ela pertencia. Até a publicação da reportagem, ninguém tinha sido preso.

Portal Litoral

-

CNEWS TV

Mega-Sena, concurso 2.118: aposta única de Teresópolis (RJ) acerta as seis dezenas e fatura R$ 37,9 milhões

Catolé e Região

Elemento da moto preta e arma na mão, toma de assalto dois celulares em Catolé do Rocha
© 2019. Catolé News. Todos os direitos reservados