Carroceiro é morto a tiros de pistola em frente a sua residência no Abolição III

As estatísticas da violência letal intencional, aumentaram em Mossoró, na região Oeste do Rio Grande, nesta quarta feira 18 de setembro de 2019, uma vez que a cidade registra mais um homicídio provocado por disparos de arma de fogo. O crime aconteceu por volta das 08h10min de hoje na Rua Adrião Duarte, nas proximidades do clube da Caern no Conjunto Abolição III.

O carroceiro e pedreiro Francisco o Wallisson de Araújo, "Vaqueiro" de 33 anos, natural de Mossoró RN, foi baleado com cerca de 7 tiros de pistola 380, a maioria na cabeça, enquanto preparava a carroça em frente de casa para sair ao trabalho. Segundo informações colhidas pela Polícia Militar no local, dois homens chegaram de moto e o garupa com a pistola em punho começou a atirar contra o carroceiro.

Vaqueiro, como era mais conhecido ainda tentou correr para dentro de casa mas foi alvejado e caiu no portão de entrada da residência ele ainda chegou a ser socorrido por uma ambulância de suporte avançado (Alfa) para o Hospital Tarcísio Maia, porém não resistiu e foi a óbito ao dar entrada na unidade hospitalar.

No local a PM recolheu sete capsulas de pistola .380 que ficaram espalhadas pelo calçamento. Até o momento não há informações sobre a motivação do crime. A vítima não tinha registro de antecedentes criminais e segundo a família nunca foi preso. Era um trabalhador e que vivia do seu trabalho. Além de pedreiro Wallisson também trabalhava como carroceiro.

O corpo Francisco Wallisson será removido do necratério do HRTM para o Instituto Médico Legal do ITEP onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento. A cidade de Mossoró, chega neste quarta feira (18) aos 141 homicidios em 2019.

141

localdecrime

Fim da Linha

-

Política

Jair Bolsonaro suspende indicação de Eduardo para embaixada dos EUA

Política

STF encerra 1º dia de julgamento sobre prisão em segunda instância
© 2019. Catolé News. Todos os direitos reservados