Catolé News

Policial

19 de Julho de 2012 Humberto Vital - 519 pessoas já leram.


João Pessoa é a 3ª Capital mais violenta do País; taxa de homicídios cresce 186%

A taxa de homicídios na Paraíba entre crianças e adolescentes de até 19 anos aumentou 186,5% em uma década, saltando de 7,5 por 100 mil em 2000 para 21,6 em 2010. Em números absolutos, o crescimento foi de 154,1%, evoluindo de 111 para 282. Na contramão desse crescimento, outros Estados conhecidos pelos altos índices de violência comemoram redução.

Em São Paulo, a baixa no total de homicídios foi de 78%, caindo de 2.991 para 651; no Rio de Janeiro, decréscimo de 37,1%, saindo de 1.277 para 803; e em Pernambuco, de 746 para 594, o que implica que os homicídios diminuíram 20,4%. Os números fazem parte da pesquisa Crianças e Adolescentes do Brasil, um recorte do Mapa da Violência 2012, divulgado ontem. As regiões Norte e Nordeste registram maioria dos assassinatos.


Em termos de crescimento absoluto em relação aos outros Estados, a Paraíba é o 7º do País com maior aumento, atrás apenas da Bahia, cujos números cresceram 477,3%; do Pará, cujo aumento no mesmo período foi de 367,4%; do Rio Grande do Norte, com 345,2%; de Alagoas, com 220,3%; do Maranhão, com 189,1%; e do Ceará, que registrou crescimento de 148,8%. Entre 2000 e 2010, o total de homicídios nesta faixa etária, na Paraíba, foi de 1.663. Considerando a taxa por 100 mil, a maior do Estado em dez anos foi de 21,6, verificada em 2010.Juntos, os 16 Estados do Norte e Nordeste concentraram 51,2% dos 8.686 homicídios de jovens, embora concentrem apenas 35% da população nacional.

Maceió e Vitória seguem no ranking

O Mapa da Violência 2012 aponta João Pessoa como a terceira Capital mais violenta do País com uma taxa de homicídios de 59,4 por 100 mil entre a população com até 19 anos. O aumento no número de homicídios nesta faixa etária foi de 140%, saltando de 55 em 2000 para 132 em 2010. A Capital só perde para Maceió (AL), cuja taxa é de 79,8 e Vitória (ES), com 76,8. Em 2000, João Pessoa ocupava a nona posição neste ranking, com 23,8 homicídios de pessoas com idade até 19 anos. Recife (PE) conseguiu reduzir em 32, 2% em dez anos.

Suicídios triplicaram

A Paraíba teve o maior crescimento no número de suicídio de crianças e adolescentes no País, com 250% entre 2000 e 2010. A evolução neste índice indica que em 2000 foram dois casos e, em 2010, sete, observando-se variações significativas ao longo dos anos, chegando a 17 em 2006; 14 em 2007 e 2008; 13 em 2009.

Considerando a taxa por 100 mil, o Estado também teve o maior percentual de crescimento entre todos os demais, chegando a 294,6%. A maior taxa, de 1,1, foi verificada em 2006. Em João Pessoa não foi registrado nenhum suicídio em 2010 nesta faixa etária. “As regiões Norte, Nordeste e Sudeste apresentam aumentos no seu número de suicídios – bem significativo nas duas primeiras regiões – enquanto no Sul e no Centro-O este os números caem. 17 Estados registraram aumento no número de suicidas. Em alguns casos, como os de Piauí e Paraíba, mais que triplicando os números do ano 2000.
 
Fonte: Jornal Correio da Paraíba



-

Outras Notícias

Giro da Notícia

Catolé News - O portal que dá notícias da nossa gente!
Rua José Bonifácio, 34 1º Andar Bairro do Batalhão - Catolé do Rocha Paraíba
Telefone: (83) 8851.1734 - 9642.0101
E-mail: catolenews@gmail.com