Motorista suspeito de atropelar e matar servidor da Funjope se apresenta à polícia, em João Pessoa

O motorista suspeito de atropelar e matar o servidor público Adriano Fidelis se apresentou na Central de Polícia Civil, em João Pessoa, nesta terça-feira (11). De acordo com informações da polícia, o motorista do veículo é argentino, tem 40 anos e presta serviço a uma locadora de veículos. O acidente aconteceu no dia 1º de janeiro, na Avenida Nossa Senhora dos Navegantes, principal via do bairro de Tambaú.

Em seu depoimento à polícia, o motorista relatou que teria cochilado enquanto dirigia e não teria ingerido bebida alcoólica.

No dia 6 de janeiro, a Polícia Civil da Paraíba começou a investigar se um Onix Plus de cor cinza é o carro envolvido no acidente que resultou na morte de Adriano Fidelis, servidor público da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope).

De acordo com o delegado Luís Cotrim, tudo começou depois de uma denúncia anônima, que indicava o carro como o do acidente e dizia que ele estava numa oficina mecânica do bairro da Torre para ser reparado. A Polícia Civil, então, agiu rápido e rebocou o veículo para a Central de Polícia de João Pessoa.

O carro está com o lado do passageiro bastante danificado, principalmente a parte da frente, apresentando amassados e partes de lataria arrancadas.

 

O perito encontrou também o documento do carro. Trata-se de um veículo registrado em Belo Horizonte, pertencente a uma locadora de veículos nacional que tem filial em João Pessoa.

Um vídeo de câmeras de segurança mostra o momento em que um carro atingiu a moto onde estava Adriano Fidelis. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu no hospital.

Na ocasião, Adriano estava conduzindo uma motocicleta quando foi atingido e arremessado por cima de outro carro. O motorista do veículo causador do impacto não prestou socorro e fugiu do local. Segundo testemunhas, o carro estava em alta velocidade.

-

CNEWS TV

Popular agride companheira depois de uma tentativa frustrada de reatar relacionamento

CNEWS TV

Homem morre após colisão frontal entre carro e caminhão na BR-230, ena manhã desta terça (25)
© 2022. Catolé News. Todos os direitos reservados