Justiça determina afastamento de Flordelis, acusada de ser mandante do assassinato do marido

Os desembargadores da 2ª Câmara Criminal do Rio decidiram pela suspensão do cargo que a deputada federal Flordelis ocupa na Câmara dos Deputados em Brasília.

Segundo O Globo, os magistrados acompanharam, por unanimidade, o voto do relator, desembargador Celso Ferreira Filho, que determinou, no prazo de 24 horas, o encaminhamento da decisão à Câmara dos Deputados para referendo.

Flordelis é acusada de ser mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo.

Além do afastamento do cargo, a parlamentar e mais 10 acusados, entre filhos naturais e adotivos, aguardam a decisão da 3ª Vara Criminal de Niterói para saber se irão a júri popular.

Após decisão de afastamento do cargo de deputada, Flordelis é hospitalizada no Rio

A deputada federal Flordelis dos Santos de Souza (PSD) foi hospitalizada no início da noite desta terça-feira, horas após decisão do Tribunal de Justiça do Rio de afastá-la do cargo de parlamentar. A informação foi confirmada ao EXTRA pela assessoria de imprensa da pastora. Flordelis foi levada para um hospital em Niterói, na Região Metropolitana do Rio. Ainda não há detalhes sobre seu estado de saúde.

Na última sexta-feira, Flordelis também alegou problemas de saúde ao não comparecer à votação sobre a manutenção da prisão do deputado federal Daniel Silveira. Na ocasião, a assessoria de imprensa da parlamentar informou, por nota, que Flordelis teve um mal súbito.

ISTO É / EXTRA

-

Paraíba

Governador da Paraíba adere a pacto nacional que articula medidas restritivas e mais vacina para frear pandemia

Brasil

Vergonha desavergonhada! Petrobras sobe gasolina pela sexta vez no ano; diesel tem quinta alta
© 2021. Catolé News. Todos os direitos reservados