João rebate ataque de Bolsonaro, condena preferência de apoios e dispara: “falta de republicanidade”

O governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB) rebateu, através das redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro (PSL), após ser alvo de ataques por parte do chefe do Planalto nesta sexta-feira (19). As declarações do presidente vazaram em áudio durante almoço com jornalistas internacionais em Brasília.

“Condenamos toda e qualquer postura que venha ferir os princípios básicos da unidade federativa e as relações institucionais deles decorrentes”, afirmou o gestor estadual.

Confira resposta na íntegra:

“Tenho uma visão de que política se faz de forma republicana. Do mesmo jeito que sou governador dos 223 municípios da Paraíba, o presidente é presidente de todos os 27 estados. E não pode tratar nenhum estado com, evidentemente, nenhum tipo de discriminação. Entretanto, não acho que seja a forma correta de se tratar, que é a falta de republicanidade”, afirmou João Azevêdo ao programa ’60 Minutos’, da rádio Arapuan FM.

O ataque

O presidente Jair Bolsonaro atacou duramente o governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB), durante um encontro com jornalistas nesta sexta-feira (19). Em áudio vazado, antes do início do almoço, ele fez uma comparação do socialista com Flávio Dino (PCdoB), governador do Maranhão, e teceu a crítica.

“Esse governador de Paraíba é pior que o do Maranhão. Não tem que ter nada para ele”, afirmou Bolsonaro.

 

Assista:

 

Paraíba Já

-

Paraíba

Petista afirma que invasão e roubo no escritório de Ricardo tem conotação política

Paraíba

Secretaria de Saúde emite alerta contra sarampo na Paraíba
© 2019. Catolé News. Todos os direitos reservados