Taxa de homicídios na Paraíba é superior a média nacional, aponta Atlas da Violência e Ipea

A taxa de homicídios registrados a cada 100 mil habitantes na Paraíba é maior que a do Brasil. A constatação é do Atlas da Violência, documento divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e que norteia o desenvolvimento políticas públicas contra a violência a partir de um cenário real. O Atlas foi lançado na tarde desta  terça-feira (18).

Os dados pautam o ano de 2022, quando o estado apresentou uma taxa de homicídios de 27,2 a cada 100 mil habitantes. A média nacional foi de 21,7 homicídios a cada 100 mil habitantes.

Por outro lado, em cinco anos (entre 2017 e 2022) a Paraíba reduziu cerca de 17,6% a taxa de homicídios. O percentual, também foi menor que o nacional - cuja redução apresentada foi de 38,1% no mesmo período.

Em 2022, foram 1.105 homicídios computados no estado. No mesmo ano, o Brasil teve 46.409 mortes registradas.

Cenário nacional

Ainda segundo o Atlas, a “medida que avançamos do Sul para o Norte, as cores da violência tornam-se mais fortes”.

Contudo, a Paraíba - mesmo em 2022 com uma taxa de homicídios superior à média nacional - se coloca em índice inferior a todas as Unidades Federativas vizinhas, que são vermelhas no mapa da violência.

Portal T5

-

CNEWS TV

Acidentes em Pedras de Fogo deixam duas pessoas mortas e uma ferida, na Paraíba

CNEWS TV

Poste cai em cima do teto de ônibus na principal do Bancários, em João Pessoa
© 2024. Catolé News. Todos os direitos reservados