Decreto com medidas mais rígidas pode ser publicado caso número de mortes e casos de Covid aumente na Paraíba

O Governo do Estado prorrogou no dia 3 de maio, o decreto que estabelece a aplicação de medidas restritivas durante a pandemia do coronavírus no Paraíba. O documento manteve o funcionamento do comércio, de bares, restaurantes, shoppings e diversas atividades no estado e flexibilizou algumas medidas.

Um novo decreto será publicado no início da próxima semana, já que a validade do documento vigente termina no dia 19.

Segundo o secretário de Saúde do estado, Geraldo Medeiros, caso o número de mortes e casos do novo coronavírus aumente, um decreto com medidas mais restritivas poderá ser emitido. “Se houver elevação na quantidade de casos e mortes, poderemos sim adotar medidas mais restritivas”, afirmou durante entrevista concedida nesta sexta-feira (14).

O secretário explicou que algumas cidades da Paraíba que não adotaram as medidas estabelecidas pelo decreto estadual, apresentaram aumento dos casos da doença e orientou que os municípios seguissem as recomendações da secretaria de Saúde.

No último boletim divulgado nessa quinta-feira (13), pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), foram confirmadas mais 28 mortes em decorrência do novo coronavírus e 1.127 novos casos da doença, conforme apurou o Notícia Paraíba.

Ainda conforme a SES, a ocupação total de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 63%.

De acordo com o Centro Estadual de Regulação Hospitalar, 77 pacientes foram internados nas últimas 24h. Ao todo, 770 pacientes estão internados nas unidades de referência.

Secretário de Saúde de JP admite voltar a fechar praias para conter avanço  da Covid-19 - Jornal da Paraíba

Notícias Paraíba

-

Policial

Pai mata a filha adolescente a tiros nesta quarta por não aceitar fim do casamento com ex-mulher, na Paraíba

Policial

Grave acidente entre moto e caminhão mata homem na BR-405 na noite desta quarta (23) mo Sertão
© 2021. Catolé News. Todos os direitos reservados