Polícia Civil considera crime elucidado; buscas pelo corpo de Ana Sophia continuam

Uma imensa lista de provas técnicas relacionando o até então investigado Tiago Fontes ao desaparecimento da menina Ana Sophia, 8 anos, foi apresentada à imprensa na manhã desta terça-feira, 14 de novembro, pela Polícia Civil da Paraíba, durante entrevista coletiva na sede da Delegacia-Geral, em João Pessoa. Na ocasião, o Instituto de Polícia Científica (IPC) confirmou que o corpo encontrado no dia 09 na zona rural de Bananeiras é mesmo de Tiago. A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros também participaram da entrevista.

Durante as explanações, o delegado Aldrovilli Grisi fez um resumo cronológico das investigações e apresentou novas descobertas realizadas pelos investigadores acerca do caso. De acordo com o delegado, Tiago Fontes fez uma ampla pesquisa na internet sobre temas como “decomposição do corpo após morte”, “estágios de decomposição” e até sobre “em quanto tempo um fio de cabelo perde a capacidade de preservação do DNA”.

“Além disso, pesquisou também a respeito de casos de crianças desaparecidas, mortas e violentadas em outros estados. No dia 06 de julho, dois dias após o desaparecimento de Ana Sophia, ele pesquisou sobre o caso da criança Júlia Brandão, que foi encontrada morta dentro de um poço, na Praia do Sol, em João Pessoa”, disse o delegado.

Entre os casos de crianças desaparecidas pesquisados por Tiago, o desfecho de um deles resultou justamente no suicídio por parte do responsável pelo desaparecimento. “Ele pesquisou até sobre minha vida pessoal nas redes sociais e também as investigações em que eu atuei, em especial o caso Fernanda Ellen”, acrescentou Aldrovilli.

As novas descobertas, somadas às provas que a Polícia Civil já havia coletado ao longo desses quatro meses, fizeram a autoridade policial voltar a afirmar que não tem nenhuma dúvida de que Tiago Fontes foi o responsável pelo desaparecimento de Ana Sophia.

“Não foi uma investigação fácil, o Tiago foi extremamente detalhista. Mas a Polícia Civil não cessou um minuto sequer os trabalhos investigativos, chegando à elucidação do crime e conclusão do Inquérito”, declarou.

Buscas continuam

Apesar de o caso ser tecnicamente elucidado, as forças de segurança da Paraíba já reiniciaram as buscas pelo corpo de Ana Sophia, com base em outros elementos coletados no decorrer das investigações.

ASCOM / POL. CIVIL DA PARAÍBA

-

CNEWS TV

Operação investiga manipulação de resultados em jogos do Campeonato Paraibano

CNEWS TV

Polícia Federal cumpre mandados em três cidades da Paraíba, em operação que combate fraudes bancárias
© 2023. Catolé News. Todos os direitos reservados