Secretário de Comunicação de Belém mata a esposa e tira a própria vida, na noite desta quinta (21)

Na noite desta quinta-feira (21), a cidade de Belém, no interior da Paraíba, foi palco de um crime de feminicídio seguido de suicídio. O caso mobilizou moradores e causou revolta, que desguou nas redes sociais. A vítima foi identificada como Rayssa Kathylle de Sá Silva, de 29 anos de idade.

O homem apontado como autor do feminicídio era o companheiro dela, o secretário executivo de comunicação do município de Belém, conhecido como Betinho Barros, de 38 anos de idade. Vale destacar que Betinho Barros já foi vereador na cidade e é filho da ex-vereadora Betânia Barros.

De acordo com as informações preliminares fornecidas pela polícia, Rayssa teria sido vítima de um ataque a tiros e não resistiu. Logo em seguida, o secretário teria tirado a própria vida.

De acordo com relatos de familiares, não havia histórico de conflitos entre o secretário Betinho Barros e Rayssa. O casal deixa duas filhas pequenas.

A polícia civil esteve no local do crime, realizou uma análise da cena e coletou vestígios que podem auxiliar na composição do inquérito aberto para investigar o caso.

Até a publicação desta reportagem, detalhes das circunstâncias do crime não tinham sido divulgados e a prefeitura de Belém não havia se manifestado.

Denuncie

Se você sofre ou presenciou algum tipo de violência contra as mulheres, denuncie. Em caso de emergência, a mulher ou alguém que presencie alguma agressão, pode pedir ajuda por meio do telefone 190, da Polícia Militar. 

Na Paraíba, as denúncias podem ser feitas também em qualquer uma das Delegacias da Mulher (Deam) espalhadas em todas as regiões, além do plantão 24 horas na Deam Sul de João Pessoa, que funciona na Central de Polícia.

Além desses locais, o denunciante poderá utilizar os telefones 197 (Polícia Civil), 190 (Polícia Militar, para chamado de urgência) ou o 180 (número nacional de denúncia contra violência doméstica). Outra opção é fazer um registro da denúncia através da delegacia online no endereço: www.delegaciaonline.pb.gov.br

Denúncias de violência contra mulheres também podem ser feitas pelo WhatsApp. Para isso, basta enviar uma mensagem para o número (61) 9610-0180 pelo aplicativo ou pelo link https://wa.me/556196100180?text=oi.

T5

-

CNEWS TV

Operação investiga manipulação de resultados em jogos do Campeonato Paraibano

CNEWS TV

Polícia Federal cumpre mandados em três cidades da Paraíba, em operação que combate fraudes bancárias
© 2023. Catolé News. Todos os direitos reservados