Mesmo com recomendação contrária, general da intervenção no Rio nomeou suspeito de acobertar crime

O general Richard Fernandez Nunes “bancou” a nomeação do delegado Rivaldo Barbosa para o comando da Polícia Civil do Rio de Janeiro, mesmo com uma indicação contrária do setor de inteligência da corporação.

Nunes era o secretário de Segurança Pública do Rio durante a intervenção federal comandada pelo general Braga Netto.

Então diretor da Divisão de Homicídios, Barbosa assumiu a chefia da Polícia na véspera do assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes, em março de 2018.

Conforme a Polícia Federal (PF), Nunes “bancou a nomeação de RIVALDO [Barbosa] à revelia do que havia sido recomendado”.

CNB BRASIL

-

Policial

Pai mata filho a facadas durante briga na noite deste domingo (21) no Distrito de Mata Redonda, Alhandra

CNEWS TV

Dono de bar morre vítima de acidente de moto, entre Santana de Mangueira e Ibiara
© 2024. Catolé News. Todos os direitos reservados