Lula visita Mohammed bin Salman em busca de parceria bilionária na área energética

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva embarca hoje para a Arábia Saudita, onde se reunirá com Mohammed bin Salman (MbS), líder da Arábia Saudita, com foco em discussões sobre investimentos. Este encontro, segundo a mídia saudita Al Arabiya, pode marcar o início de uma parceria estratégica entre Brasil e Arábia Saudita. A visita de Lula também incluirá o Qatar, onde temas semelhantes serão abordados, segundo informa a coluna do jornalista Nelson de Sá.

A agenda da visita inclui discussões sobre a guerra, conforme relatado pelo Arab News, que cobriu a conversa preparatória entre os ministros das Relações Exteriores do Brasil e da Arábia Saudita. O Gulf News, dos Emirados Árabes Unidos, destacou a recente cúpula dos Brics que abordou questões relacionadas à guerra, evento que contou com a participação de Lula e líderes de países convidados, incluindo Mohamed bin Zayed (MbZ) dos Emirados e MbS, que se posicionaram em defesa de um cessar-fogo e do estabelecimento de um Estado palestino.

A cobertura da Al Jazeera e do Arab News ressalta o fortalecimento das relações entre Brasília e Riad. Recentemente, o ministro saudita de Assuntos Islâmicos, Awaad bin Sabti Al-Anzi, esteve em São Paulo para a Conferência Internacional dos Muçulmanos da América Latina, onde destacou o apoio da Arábia Saudita à causa palestina. Além disso, o ministro saudita do Investimento, Khalid al-Falih, visitou São Paulo há dois meses, reforçando a ideia de que Brasil e Arábia Saudita estão bem posicionados para se tornarem parceiros estratégicos. Notícias relacionadas aos Emirados Árabes Unidos indicam que a Petrobras está em negociações com o fundo soberano de Abu Dhabi para recomprar parte da refinaria Landulpho Alves, na Bahia.

BRASIL 247

-

Política

Senador Efraim Filho comemora vitória de João Costa em Massaranduba, prefeito eleito do União Brasil

Brasil

PF já tem data para finalizar inquéritos do golpe, joias e vacina que envolvem Bolsonaro
© 2024. Catolé News. Todos os direitos reservados