Professora Neide não resistiu aos ferimentos e é a segunda vítima fatal do acidente na PB-323 em Catolé

A professora Janileide de Sousa Silva Lira, mais conhecida como Neide, que tinha 55 anos, e lecionava há mais de 20 anos no Colégio CEAC (Centro Educacional e Aperfeiçoamento de Catolé) importante colégio de Catolé do Rocha, Sertão da Paraíba, e que foi uma das vítimas do fatídico acidente ocorrido nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (11), não resistiu a gravidade dos ferimentos, e veio a óbito no Hospital Regional de Catolé do Rocha.

 

Neide que residia no sítio Lagoa Rasa, e era casada com o agricultor Chico Filho, vinha conduzindo a motocicleta no sentido Catolé do Rocha, com a filha e a neta no banco do garupa, quando na altura do sítio Catolé de Baixo, bem em frente ao antigo Casarão do Forró, foi atingida por uma inesperada colisão, provocada por uma outra moto que vinha em sentido contrário.

 

Segundo relato de testemunhas, o condutor da moto que era conduzida por Agildo de Freitas Bezerra, 57 anos, natural de Brejo dos Santos e e trazia consigo sua esposa na garupa, saiu de Brejo dos Santos com destino a Brejo do Cruz, e como não conhecia bem o trajeto da rodovia, voou no quebra-molas afixado na pista de rolamento no local do sinistro, atingindo inesperadamente a moto que era pilotada pela professora Neide.

 

Devido ao forte impacto provocado pela colisão, as duas motos tombaram e todos os ocupantes caíram na pista de rolamento. O homem veio a óbito ainda no local, sendo que a professora chegou a ser socorrida, a exemplo da filha, da neta, e da esposa do outro condutor, foram socorridos para o Hospital Regional de Catolé do Rocha, mas não sobreviveu aos traumas na região da cabeça, vindo a óbito nesta manhã.

 

Portal CATOLÉ NEWS

-

CNEWS TV

Operação investiga manipulação de resultados em jogos do Campeonato Paraibano

CNEWS TV

Polícia Federal cumpre mandados em três cidades da Paraíba, em operação que combate fraudes bancárias
© 2023. Catolé News. Todos os direitos reservados