Botafogo derrota o Boavista por 2 a 0 no Engenhão e é campeão da Taça Rio

Resumão

O Botafogo voltou a vencer o Boavista com facilidade e se sagrou campeão da Taça Rio, torneio entre os times que ficaram do 5º ao 8º lugar no Campeonato Carioca. Neste domingo, o Alvinegro derrotou o adversário por 2 a 0 e se garantiu na Copa do Brasil de 2025. Tchê Tchê e Kauê marcaram os gols. Na ida, a equipe comandada por Fábio Matias já havia vencido por 4 a 0.

A partida

O Botafogo controlou a partida do início ao fim. O jogo não foi lá dos melhores no sentido técnico, mas teve intensidade. No primeiro tempo, o Alvinegro atacou basicamente apenas com Luiz Henrique, que assustou (e muito) a defesa do Boavista com jogadas pelo lado direito.

No segundo tempo, a equipe abriu o placar ainda cedo com um pênalti cobrado por Tchê Tchê. Ainda mais confortável no placar, o Botafogo controlou a partida com toques simples no meio-campo. O resultado foi fechado em boa jogada entre Matheus Nascimento e Kauê.

400 DIAS DEPOIS...

Patrick de Paula se emocionou após a partida. O meio-campista, que sofreu uma grave lesão no joelho esquerdo em fevereiro de 2023, voltou aos gramados neste domingo, 400 dias após sua última partida. O camisa 8 entrou na partida aos 23 minutos do segundo tempo e quase marcou um gol.

RETORNOS

A partida também marcou as voltas de Luiz Henrique e Jeffinho, que se lesionaram em fevereiro e perderam a fase preliminar da Conmebol Libertadores. Neste domingo, cada um atuou em uma etapa, por planejamento do departamento médico do Botafogo, com o objetivo de recuperá-los para o jogo contra o Junior Barranquilla.

E AGORA?

O Botafogo poupou boa parte de titulares visando à partida contra o Junior Barranquilla, às 19h da próxima quarta-feira, no Nilton Santos, na estreia da fase de grupos da Conmebol Libertadores.

GE / Fotos:  Vítor Silva/ BFR

-

Policial

Pai mata filho a facadas durante briga na noite deste domingo (21) no Distrito de Mata Redonda, Alhandra

CNEWS TV

Dono de bar morre vítima de acidente de moto, entre Santana de Mangueira e Ibiara
© 2024. Catolé News. Todos os direitos reservados