Advogada teme por vida de mulher agredida e ameaçada por médico: “se acontecer tragédia, não adianta lamentações”

A advogada da estudante Danúbia Carla Rodrigues de Moura teme pela vida dela, com a soltura do médico Algacy Fernando Vieira de Lorena e Sá. Em contato com o ClickPB, Rafaela Pires alerta para a possibilidade de uma tragédia, pois considera que a vítima não tem como se proteger do acusado de espancá-la e ameaçá-la. O inquérito contra o acusado foi concluído e ele não foi indiciado, o que deve levá-lo a ser solto a qualquer momento.

“Só resta esperar pela decisão do juízo, mas que deixamos claro aqui, se o Sr. Algacy for solto e acontecer uma tragédia maior com a Sra. Danúbia, não adianta ninguém vir com lamentações nas redes sociais depois. Ele tem condições de se proteger, mas ela não tem”, enfatizou a advogada em nota enviada.

Rafaela Pires informou que será requerida a medida protetiva para Danúbia Carla. “Há o pedido da defesa do médico pela revogação da prisão preventiva, tendo em vista ter profissão e residência fixa, mas vamos aguardar pela manifestação do MP e a decisão do Juízo. Caso seja decido pela revogação, o Sra. Danúbia irá requerer a medida protetiva, tendo em vista que está com muito medo de acontecer algo pior”.

A advogada alerta também para as consequências psicológicas que atingem a vítima de agressão e ameaças. “Ela já passava por psicóloga após outros episódios anteriores e que agora veio a piorar. Agressões domésticas deixa marcas psicológicas pelo resto da vida, nunca será esquecido por quem passa por esse tipo de situação”, cita a nota.

Advogada da vítima esclarece denúncia

Rafaela Pires também esclareceu os pontos da denúncia que não foram, segundo o delegado do caso Lucas Rostrand, comprovados. “Quando se trata de acusação de crimes de violência doméstica, na maioria dos casos não tem uma terceira pessoa para testemunhar, tendo em vista que são casos que ocorrem na intimidade entre agressor e vítima de forma silenciosa de duradoura. Os fatos narrados pela Sra Danúbia no Boletim de Ocorrência como última agressão teriam ocorrido no dia 25 desse mês, por volta de 16:10, que ficou registrado no sistema da Polícia Militar”.

Veja os esclarecimentos

No relatório da Polícia Civil constou que:

o Sr. Algacy saiu no carro HILUX SW4, às 13:33, da Cidade de Conceição, sentido o Hospital de Piancó.

Depois teria saído do hospital no carro Jeep Compass, às 17:15, que não foi mencionado a placa, nem o proprietário.

Não ficou demonstrado com clareza como se deu a troca dos carros.

Constou também a passagem do carro da Sra. Danúbia em um radar e o Sr. Algacy não teria passado. Isso porque o radar fica do lado da residência dela, no google maps calcula apenas 2 minutos. Sendo que não foi no radar o local que teria ocorrido as agressões. Também, o médico não iria acompanhá-la até em casa após o episódio que foi acusado.

Por outro lado, causa estranheza a hora escrita de forma aleatória:

As câmeras registraram a entrada dos policiais, mas não registraram a saída, onde o HD teria armazenado apenas parte das imagens do mesmo dia. Não há qualquer imagem de saída do médico no hospital.

O Policial Militar Carlos, no exercício da função e com fé pública afirmou:

Conforme depoimento do Policial Militar Carlos Antônio Bezerra Brasil, foi informado claramente que o Diretor do Hospital Andryw e a Inferneira Andreia disseram que o Sr. Algacy NÃO ESTAVA NO HOSPITAL.

Esclarece que as imagens que consta na reportagem do CLICK PB são de outras ocorrências, que já constava nos autos do processo de divórcio, que não pode mencionar o teor por está em segredo de justiça.

A Sra. Danúbia entendeu que ficou alguns pontos que ainda precisariam ser esclarecidos:

a) Como se deu a troca dos carros Hilux por Geep;

b) Quais os dados do Carro Jeep Compass e seu proprietário;

c) Se o Algacy possui alguma arma de fogo registrada como CAC ou porte legal;

d) Se o Sr. Algacy costuma usar o Carro Corola do filho STEIVSON, coincide com as característica do carro mencionado no Boletim como sendo conduzido pelo Sr. Algacy.

ClickPB

-

Policial

Pai mata filho a facadas durante briga na noite deste domingo (21) no Distrito de Mata Redonda, Alhandra

CNEWS TV

Dono de bar morre vítima de acidente de moto, entre Santana de Mangueira e Ibiara
© 2024. Catolé News. Todos os direitos reservados